quinta-feira, 8 de setembro de 2016

8 lições de vida que você pode aprender com o filme Gravidade

Ótima interpretação de Sandra Bullock. A personagem muda o jeito de encarar a sua própria vida. De tirar o fôlego! 


Segundo o professor Leon Megginson, “não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”, e a Dra. Stones não sobreviveria de forma alguma se não soubesse se adaptar ao ambiente perigoso onde estava. O filme Gravidade, comSandra Bullock e George Clooney, conta a trajetória de Ryan Stones, uma engenheira médica em sua primeira missão espacial, e Matt Kowalsky, o comandante da operação. Porém, um acidente faz com que a nave seja destruída. Começa, então, uma nova missão perigosa e necessária: sobreviver. É exatamente por isso que o filme ensina lições valiosas sobre perseverança.

Confira 8 lições de vida que você pode aprender com o filme Gravidade:

1. Mantenha a calma
Quando o acidente acontece, a Dra. Stones fica tão assustada que a sua respiração acelera e a porcentagem de oxigênio do seu equipamento começa a cair. O comandante pede que ela mantenha a calma a fim de evitar que ela comece a respirar o CO2. Mesmo que você não esteja no meio de uma colisão de destroços no espaço sideral, é importante que você fique calmo em situações de estresse. Isso vai ajudar você a pensar melhor e definir uma solução clara.

2. Concentre-se e lembre-se do que você já aprendeu 
O medo da doutora também faz com que ela esqueça quais são os procedimentos para situações de emergência. Isso faz com que ela seja momentaneamente perdida da vista do comandante. Quando você se encontrar em uma situação complicada, lembre-se de tudo o que você aprendeu, seja na faculdade ou os protocolos ensinados pelos seus superiores. Concentrar-se é essencial para encontrar alternativas efetivas para resolver o problema.

3. Veja as coisas pelo lado positivo
 Não deve ser fácil estar perdido e à deriva no espaço sideral. Porém, o capitão Kowalsky prefere enxergar as coisas pelo lado positivo. Ele fica contente por observar o pôr-do-sol fora da órbita terrestre e conforta a doutora dizendo que logo ela estará de volta à sua cidade para continuar a sua vida normalmente. Ver as coisas pelo lado positivo no lugar de lamentar-se por tudo faz de você uma pessoa mais alegre.

4. Siga em frente 
A Dra. Stones desiste de tentar sobreviver por alguns instantes. Ela pensa que não existe motivo para viver por ter perdido a sua única filha há algum tempo. Kowalsky diz que essa é uma das situações mais difíceis de lidar, mas que ela deve preocupar-se com o que ela vai fazer agora. Apesar de isso ser um delírio da doutora, ela segue em frente e continua tentando retornar a salvo. Você também deve seguir em frente apesar de todas as coisas ruins que podem vir a acontecer. Afinal, o seu futuro depende unicamente de você mesmo.

5. Encontre a sua motivação 
Quando a doutora desiste de tentar sobreviver, um delírio faz com que ela veja o capitão Kowalsky entrando na nave. O seu discurso faz com que ela recupere a sua determinação e consiga retornar ao planeta. Assim como ela, você deve encontrar a sua motivação, mesmo que ela venha de lugares inesperados.

6. Tenha coragem
É preciso muita coragem e perseverança para enfrentar a situação pela qual os astronautas passaram. Ryan Stones enfrentou altos e baixos durante a missão, e o que realmente fez com que ela sobrevivesse foi a sua coragem de arriscar e fazer o que ela nunca tinha feito antes. Você também deve perder o medo de tentar coisas novas. Sair da sua zona de conforto requer coragem, mas pode ser a solução para muitos dos seus problemas.

7. É preciso deixar as coisas para trás
O comandante Kowalsky percebe que a única chance que a Dra. Stones tem de sobreviver é deixando-o para trás. Às vezes, é preciso abandonar as coisas por mais que nós tenhamos medo de não saber o que fazer sem elas.

8. Respire 
A respiração da Dra. Stones torna-se um problema ao ficar rápida demais, diminuindo os seus estoques de oxigênio. Kowalsky recomenda que ela respire mais devagar, não apenas com o propósito de economizar seus estoques, mas também de acalmá-la. Segundo o psicólogoFernando Elias José, “quanto mais longa ficar a respiração, mais calma a pessoa vai ficar. É recomendado puxar o ar pelo nariz e soltar devagar pela boca. Esse exercício faz com que o batimento cardíaco abaixe e a pessoa não fique agitada internamente.” Por isso, quando você estiver passando por uma situação difícil, não deixe de fazer exercícios respiratórios para se acalmar e pensar mais claramente.

Fonte: Universia Brasil

http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2013/10/14/1056124/8-lices-vida-voce-pode-aprender-com-filme-gravidade.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário