sexta-feira, 18 de novembro de 2016

DEVOCIONAL (40 DIAS) - UMA VIDA COM PROPÓSITOS [RICK WARREN] - Dia 7


DIA 7
A RAZÃO DE TUDO

Todas as coisas vêm única e exclusivamente de Deus. Tudo vive por seu poder, e tudo é para sua glória. A Ele seja a glória para todo o sempre. (Romanos 11.36; bv)

O Senhor criou todas as coisas para os seus próprios propósitos. (Provérbios 16.4; nlt)

Tudo isso é para ele.

O objetivo fundamental do universo é demonstrar a glória de Deus. Essa é a razão de tudo que existe, incluindo você. Deus fez tudo isso para a glória dele. Não fosse a glória de Deus, não haveria nada.

O que é a glória de Deus? A glória de Deus é o que ele é. É a essência de sua natureza, o peso de sua importância, o brilho de seu esplendor, a demonstração de seu poder e o ambiente de sua presen­ça. A glória de Deus é a expressão de sua bondade e de todas as suas outras qualidades intrínsecas e eternas.

Onde está a glória de Deus? Basta olhar em volta. Tudo que foi criado por Deus reflete sua glória de alguma forma. Vemos isso em toda parte: da menor forma de vida microscópica até a Via Láctea; do pôr-do-sol e das estrelas às tempestades e estações do ano. A criação dá a conhecer a glória de nosso Criador. Na natureza, apren­demos que Deus é poderoso, aprecia a variedade, ama a beleza e é organizado, sábio e criativo. A Bíblia diz em Salmos 19:1 que os céus declaram a glória de Deus.

Ao longo da história, Deus tem revelado sua glória às pessoas em diferentes ambientes. Ele a revelou inicialmente no jardim do Éden, depois disso a Moisés, no Tabernáculo, no Templo, por meio de Jesus e agora por intermédio da igreja (Gênesis 3:8; Êxodo 33:18-23; 40:33-38; 1 Reis 7:51; 8:10-13; João 1:14; Efésios 2:21,22). Foi descrito como um fogo consu­midor, uma nuvem, um trovão, uma fumaça e uma luz brilhante.(Êxodo 24:17; 40:34; Salmos 29:1; Isaías 6:3-4; 60:1; Lucas 2:9) No céu, a glória de Deus fornece toda a luz necessária. A Bíblia diz: A cidade não precisa de sol nem de lua para brilharem sobre ela, pois a glória de Deus a ilumina.(Apocalipse 21:23).

A glória de Deus é mais bem observada em Jesus Cristo. Ele, a Luz do mundo, esclarece a natureza de Deus. Graças a Jesus, já não somos ignorantes a respeito de quem Deus realmente é. A Bíblia diz em Hebreus 1:3 e 2 Coríntios 4:6b -O Filho é o resplendor da glória de Deus. Jesus veio à terra de modo que pudéssemos entender completamente a glória de Deus. Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória […] cheio de graça e de verdade.(João 1:14)

Ele possui uma glória inerente a Deus porque ele é Deus; faz parte de sua natureza. Não há nada que possamos agregar à sua glória, assim como seria impossível aumentar o brilho do sol; mas somos instruídos a reconhecer sua glória, honrar sua gló­ria, declarar sua glória, louvar sua gló­ria, refletir sua glória e viver por sua glória. (1 Crônicas 16:24; Salmos 29;1; 66:2; 96:7; 2 Coríntios 3:18) Por quê? Porque Deus merece! Nós lhe devemos toda a honra que pu­dermos dar. Uma vez que Deus fez todas as coisas, ele merece toda a glória. A Bíblia diz: Tu, Senhor e Deus nosso, és digno de receber a glória, a honra e o poder, porque criaste todas as coisas. (Apocalipse 4:11a )

Em todo o universo, somente duas das criações de Deus falham em glorificá-lo: anjos caídos (demônios) e nós (pessoas). Todo peca­do, basicamente, consiste na incapacidade de dar glória a Deus, ou seja, amando qualquer outra coisa mais do que a Deus. Recusar-se a dar glória a Deus é rebelião e arrogância, e foi este pecado que cau­sou a queda de Satanás — bem como a nossa. De formas diferentes, todos já vivemos para nossa própria glória, e não a de Deus. A Bíblia diz: Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus.(Romanos 3:23)

Nenhum de nós tem dado a Deus toda a glória que ele merece em nossa vida. Esse é o pior pecado, e o maior engano que podemos cometer. Entretanto, viver para a glória dele é a maior realização que podemos alcançar em nossa vida. Deus diz: Todos eles são o meu próprio povo; eu os criei e lhes dei vida a fim de que mostrem a minha grandeza, (Isaías 43:7) logo, esse deve ser o objetivo supremo de nossa vida.

Como posso dar glória a Deus?

Jesus disse ao Pai: O Senhor criou todas as coisas para os seus própri­os propósitos. (João 17:4) Jesus glorificou a Deus cumprindo seu propósito na terra. Nós honramos a Deus da mesma forma. Qualquer coisa na criação glorifica a Deus quando cumpre seu propósito. Os pássaros glorificam a Deus ao voar, gorjear, fazer um ninho e ao realizar ou­tras atividades próprias dos pássaros, conforme os planos de Deus. Mesmo uma humilde formiga dá glória a Deus quando cumpre o propósito para o qual foi criada. Deus fez as formigas para serem formigas, e fez você para ser você. Ireneu disse: “A glória de Deus é um ser humano em plenitude de vida!”.

Existem muitas formas de dar glória a Deus, mas elas podem ser resumidas nos cinco propósitos que ele estabeleceu para sua vida. Passaremos o restante deste livro estudando-os detalhadamente, mas aqui está uma visão geral.

Damos glória a Deus ao adorá-lo. Adorar é o nosso primeiro dever para com Deus, e nós o adoramos ao apreciá-lo. C. S. Lewis disse: “Ao nos orientar para adorá-lo, Deus está nos convidando para apreciá-lo”. Deus deseja que nossa adoração seja motivada por amor, ação de graças e alegria, não imposta.

John Piper observa que “é quando estamos mais satisfeitos em Deus que ele é mais glorificado em nós”.

Adorar é muito mais que louvar, cantar e orar a Deus. É um estilo de vida que compreende apreciar a Deus, amá-lo e nos doar para sermos usados em seus propósitos. Quando você usa sua vida para a glória de Deus, tudo que faz pode se tornar um ato de adoração. A Bíblia diz em Romanos 6:13 - Usem o seu corpo inteiro como instrumento para fazer o que é justo, para a glória de Deus.

Damos glória a Deus ao amar outros crentes. Quando nasceu de novo, você se tornou parte da família de Deus. Seguir a Cristo não é apenas uma questão de acreditar, mas também inclui pertencer e aprender a amar a família de Deus. João escreveu: Sabemos que já passamos da morte para a vida porque amamos nossos irmãos.(João 3:14) . Paulo disse em Romanos 15:7 - Aceitem-se uns aos outros, da mesma forma que Cristo os aceitou, a fim de que vocês glorifiquem a Deus.

É sua responsabilidade aprender a amar como Deus ama, porque Deus é amor, e isso confere honra a ele. Jesus disse em João 13:34-35: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros.

Damos glória a Deus ao nos tor­nar como Cristo. Uma vez que tenhamos nascido na família de Deus, ele quer que prossigamos crescendo até a maturidade espiritu­al. E o que seria isso? Maturidade espiritual é nos tornar como Jesus na forma de pensar, de sentir e de agir. Quanto mais você desenvolver o caráter cristão, mais dará glória a Deus. A Bíblia diz em João 13:34-35 - À medida que o Espírito do Senhor trabalha em nós, tornamo-nos mais e mais semelhantes a ele e refletimos a sua glória ainda mais.

Quando você aceitou a Cristo, Deus lhe deu nova vida e nova natureza. Agora, pelo resto de sua vida sobre a terra, Deus quer dar continuidade ao processo de transformação de sua per­sonalidade. A Bíblia diz em Filipenses 1:11 e em João 15:8: Que vocês estejam sempre chei­os do fruto da salvação de vocês — aquelas coisas boas produzidas na sua vida por Jesus Cristo —, pois isso trará muita glória e louvor a Deus.

Damos glória a Deus servindo a outras pessoas com nossos dons. Cada um de nós foi exclusivamente planejado por Deus com talentos, dons, capacidades e habilidades. O modo de você estar relacionado aos outros não é um acidente; Deus não lhe deu suas habilidades para propósitos egoístas. Elas lhe foram concedidas para beneficiar outras pessoas, assim como outros receberam habilidades para o seu benefício. A Bíblia diz em 1 Pedro 4:10-11 e em 2 Coríntios 8:19b - Deus concedeu dons a cada um de vocês, dentre a sua grande variedade de dons espirituais. Adminis­trem-nos bem, para que a generosidade de Deus flua por meio de vocês. Vocês são chamados para ajudar aos outros? Ajudem com toda a força e energia com que Deus lhes supre.

Damos glória a Deus falando dele às outras pessoas. Deus não quer que seu amor e propósitos sejam mantidos em segredo. Uma vez que tenhamos conhecido a verdade, ele espera que a partilhemos com os outros. Este é um enorme privilégio — apresentar Je­sus às outras pessoas, ajudando-as á des­cobrir seus propósitos e preparando-as para seu destino eterno. A Bíblia diz em 2 Coríntios 4:15 que, à medida que a graça de Deus trouxer mais e mais pessoas para Cristo, Deus receberá mais e mais glória.

Qual será o objetivo de sua vida?

Viver o resto de sua vida para a glória de Deus exigirá uma mudan­ça em suas prioridades, agenda, relacionamentos e tudo o mais; e algumas vezes significará pegar o caminho mais difícil, em vez do mais fácil. Até mesmo Jesus teve dificuldades com isso. Consciente de que estava para ser crucificado, ele clamou: Minha alma está perturbada; e será que devo dizer: “Pai, livra-me desta hora”? Mas, foi para esse propósito que eu vim para esta hora. Pai, glorifica o teu nome. (João 12:27-28)

Jesus deparou com uma bifurcação em seu caminho: cumpriria ele seu propósito, glorificando a Deus, ou recuaria e viveria uma vida confortável e egoísta? Você agora en­frenta a mesma escolha. Você viverá para seus próprios objetivos, conforto e pra­zer ou viverá o resto de sua vida para a glória de Deus, sabendo que ele prome­teu recompensas eternas? A Bíblia diz em João 12:25 - Quem quer preservar a vida como ela é acaba por destruí-la. Mas, se você abrir mão dela, ela será sua para sempre, real e eterna.

Este é o momento de definir esta questão: “Para quem você irá viver: para si ou para Deus?”. Você pode titubear, imaginando se terá forças para viver para Deus, mas não se preocupe. Deus lhe dará tudo que for necessário, se você apenas fizer a escolha de viver por ele. A Bíblia diz em 2 Pedro 1:3 -Tudo que é necessário para uma vida agradável a Deus temos recebido, miraculosamente, por meio do conhecimento pessoal e íntimo daquele que nos chamou para Deus.

Neste exato momento, Deus o está convidando a viver para sua glória, cumprindo os propósitos que ele estabeleceu para você. Essa é realmente a única forma de viver. Todo o resto é apenas existir. A verdadeira vida começa quando você se compromete completamen­te com Jesus Cristo. Se não está seguro de ter feito isso, tudo que você precisa é receber e acreditar. A Bíblia deixa clara a promessa que aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus. (João 1:12) E quanto a você? Vai aceitar a oferta de Deus?

Em primeiro lugar, creia. Creia que Deus o ama, e o criou para seus propósitos. Creia que você não é um acidente. Creia que você foi feito para ser eterno. Creia que Deus escolheu você para ter um rela­cionamento com Jesus, o qual morreu na cruz por você. Creia que, a despeito de suas ações passadas, Deus quer perdoar a você.

Em segundo lugar, receba. Receba Jesus em sua vida como seu Senhor e Salvador. Receba o perdão pelos pecados. Receba o Espírito, que lhe dará poder para cumprir o propósito de sua vida. A Bíblia diz em João 3.36 - Qualquer pessoa que aceite o Filho e confie nele receberá tudo, vida completa e para sempre. Onde quer que você esteja lendo este trecho, convido-o a inclinar a cabeça e a fazer em voz baixa a oração que mudará sua eternidade: “Jesus, em ti eu creio e te rece­bo”. Siga em frente.

Se você fez essa oração com sinceridade, meus parabéns! Bem vindo à família de Deus! Você agora está pronto para descobrir e começar a viver o propósito de Deus para sua vida. Recomendo en­faticamente que você conte a alguém sobre isso, pois você precisará de apoio. Se você me enviar um e-mail (v. “Apêndice 2”), enviarei um livrete que escrevi chamado Your first steps for spiritual growth [Seus primeiros passos para o crescimento espiritual]”.

Sétimo Dia: Pensando sobre meu propósito

Um tema para reflexão: Tudo isto é para ele.

Um versículo para memorizar: Todas as coisas vêm única e exclusivamente de Deus. Tudo vive por seu po­der, e tudo é para sua glória. A Ele seja a glória para todo o sempre (Romanos 11.36; bv).

Uma pergunta para meditar: Em que parte de minha rotina posso me tornar mais consciente da glória de Deus?

Trecho do Livro - Uma Vida Com Propósitos: Devocional - Rick Warren .

Nenhum comentário:

Postar um comentário