terça-feira, 30 de maio de 2017

5 Livros inspiradores para quem ama Direito

Clássicos da literatura e best-sellers compõem esta lista de livros que todo advogado e amantes do Direito deveriam ler.

Publicado por examedaoab.com

O cenário jurídico é tão envolvente e apaixonante que já foi tema de incontáveis filmes e livros. Em 2016, uma pesquisa realizada nos Estados Unidos e Canadá com pouco mais de 300 advogados e profissionais ligados à área de Direito, indicou uma lista com os melhores títulos que abordam o tema e usam tribunais como cenários às suas tramas intrigantes.

Confira abaixo a lista dos melhores livros para advogados e profissionais da área de Direito:

1. O Sol é Para Todos, Harper Lee (To Kill a Mocking Bird)



A escritora americana ganhou o Prêmio Pullitzer de Ficção em 1961 por causa dessa obra. O livro, que ficou em primeiro lugar na pesquisa na América do Norte, mas também é um dos preferidos dos advogados brasileiros, é considerado um clássico para quem trabalha na área do Direito.

A história é sobre um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca na década de 1930 nos Estados Unidos. Por essa breve sinopse é possível perceber que o tema central da obra é o racismo e a injustiça social. A narradora da história é a filha do advogado, que percebe o contraste social e o preconceito do Sul dos EUA.

2. O Processo, Franz Kafka (The Trial)



Neste livro, o escritor tcheco conta a história de Josef K, um homem comum que, ao acordar uma manhã, descobre que está sendo alvo de um processo longo e incompreensível por um crime indeterminado. Aclamado por advogados e profissionais do Direito que atuam na área criminal.

3. Crime e Castigo, Fiódor Dostoiévski (Crime and Punishment)



A primeira edição do livro data o ano de 1866 e, 151 anos depois, é ainda um dos preferidos dos profissionais do Direito.

O livro narra a história de um estudante russo, Rodion Românovitch Raskólnikov, que comete um assassinato e percebe que incapaz de continuar sua vida normalmente após o crime, pois sofre com a culpa e desenvolve uma paranoia de que está sendo seguido.

Dostoiévski usa a religião e o existencialismo para dirigir a história para o tema da redenção por meio do sofrimento.

4. Memórias do Cárcere, Graciliano Ramos



Clássico da literatura brasileira, Memórias do Cárcere é um livro de memórias do próprio Graciliano Ramos que foi preso em 1936 por crime político. Graciliano relata nas páginas do livro sua trajetória de torturas e privações durante sua estadia na cadeia, no período da Ditadura Militar no Brasil.

5. 1984, George Orwell



Publicado em 1949, o autor fala de um futuro em que os indivíduos são vigiados por um governo repressivo e totalitário que se daria no ano que intitula a obra. No entanto, em pleno 2017, ainda vivemos essa realidade e tentamos nos adaptar à total falta de privacidade.

Gostou de nossas indicações? Conte para a gente nos comentários quais os seus livros de cabeceira que trazem o mundo jurídico como cenário.

https://examedaoab.jusbrasil.com.br/noticias/445684921/5-livros-inspiradores-para-quem-ama-direito?utm_campaign=newsletter-daily_20170403_5086&utm_medium=email&utm_source=newsletter

Nenhum comentário:

Postar um comentário