quarta-feira, 24 de maio de 2017

“O ato de ver não é coisa natural. Precisa ser aprendido.”


Ter paz com os outros requer muitas vezes um empenho em buscar compreender o outro. Essa compreensão pode vir em educar o olhar, como dizia o professor, psicanalista, poeta e filósofo brasileiro Rubem Alves ao afirmar que “O ato de ver não é coisa natural. Precisa ser aprendido.”. Assim, podemos nos permitir o vivenciar novas práticas, ativando nossa sensibilidade. Isso me faz lembrar da passagem de Mateus 6:22 que diz “Os olhos são a candeia do corpo. Se os seus olhos forem bons, todo o seu corpo será cheio de luz”. Um olho bom, aquele que consegue “ver” o outro, se colocar em seu lugar, vai além das aparências. A forma como enxergamos as coisas acaba por influenciar a forma como agimos. Um olhar bom, cheio de compaixão, permitirá vivenciarmos a paz em meio às adversidades. É um renovar da nossa mente tal qual está dito em Romanos 12:2.

Patrícia Fortes Lopes Donzele Cielo

Nenhum comentário:

Postar um comentário